GERVÃO ROXO

Esta planta é bastante conhecida desde os tempos da nossa civilização. Foi usada por crentes em rituais , como uma planta sagrada. Pouco a pouco o gervão foi enaltecendo e os conhecedores do seu valor terapêutico começaram a usá-lo com êxito no combate a certas doenças. Em 1929 esta planta constava como medicamento na farmacopéia brasileira.

NOME CIENTÍFICO: Stachytarpheta jamaicensis (L.) Vahl.

INDICAÇÕES: amebíase, afecções renais e gástricas, bronquite, cefaléia, contusão, debilidade orgânica, distúrbio nervoso, eczema, erisipela, ferida, fígado, furúnculo, hepatite, inchaço do baço, inseticida, machucadura, prisão-de-ventre, rouquidão, resfriado, úlceras, tumores, vitiligo.


PRINCÍPIOS ATIVOS: Princípios ativos: óleo essencial, taninos, flavonoides, saponinas e alcaloides. Todas as partes da planta são usadas, inclusive a raiz.


PROPRIEDADES MEDICINAIS
: analgésica, antibacteriana, antidiarréica, antiemética, antiespasmódica, anti-hemorroidária, antiartrítica, anticatarral, antilítica, antiinflamatória, anti-reumática, antiasmática, antidisentérica, anti-hipertensiva, anti-hepatotóxica, antioxidante, antipirética, béquica, cicatrizante (raiz), detersiva, diurética, emenagoga, estimulante das funções gastrointestinais, febrífuga, hepática (raízes), inibidora da secreção gástrica, indutora da motilidade intestinal, laxante, sudorífica, sedante, tônica eupéptica, vermífuga, vulnerária.

CURIOSIDADE: Para aqueles indivíduos de índole biliosa que não aceitam a injustiça ou erro. Se entregam à vontade de punir e agredir como forma de reparação. Eles gritam, xingam, batem e maltratam aqueles que acreditam estar sendo os causadores da situação inadequada. São perfeccionistas, batalhadores, entusiastas com seus projetos e atividades. Normalmente enxergam os outros como um possível obstáculo à realização dos seus intentos. Por isto cobram e exigem em excesso dos outros. São indivíduos tensos, muito ansiosos e estressados, que não conseguem relaxar a mente e o corpo. Para a ansiedade severa e a hiperatividade infantil. Atua como "antiinflamatório" floral. Vervano ajuda estes indivíduos a terem um menor envolvimento emocional e mental com os acontecimentos ao seu redor. Ajuda-os a conquistarem um pouco de paz em suas mentes e a viverem com mais calma, serenidade e a agirem com mais sabedoria.


2 comentários:

Unknown disse...

Gervão roxo: Tomei o chá durante trinta dias, fiquei muito satisfeito. Na realiadade ele deve agir sobre a gordura (reserva) pois fiquei muito mais saudável e com o peso bem melhor! Tomar três vezes ao dia e não comer nada!!! Coma apenas uma vez por dia quando acordar!!!! Reduza sua comida para não ultrapassar a 1460 calorias diárias. Comer vagem, agrião, pepino, tomate,cebola, cenoura, xuxu, alface, brócolis, couve flor, batata Yacon, ovos cozidos, leite desnatado, pão integral, queijo polengui branco, uma taça de vinho tinto seco ou carbenet.

vida e natureza disse...

Muito interessante, mas, acredito sim, que o chá ajude muito, em muitos sentidos, tambem creio que a moderação é a chave do sucesso.
No que se refere à alimentação estou convencida que tudo é permitido, desde que exista a moderação, não acho que a gente tenha que se privar de nada, só não pode é se exceder.
Todo alimento é bom, especialmente se consumido de forma natural (não processado), aí não vejo qualquer malefício..