DOENÇAS DO ESTÔMAGO

"O estômago é a oficina onde se constrói a saúde e avida" (Miguel Cervantes)

Vou falar um pouco sobre o estômago, pois, muitas pessoas tem se queixado de problemas com este órgão de vital importância. Então vamos aprender como cuidar melhor dele.....


É de uma importância fundamental para todo organismo, que o estômago esteja funcionando bem.

Uma boa digestão depende de:

- Alimento bem combinado e em quantidade moderada.
- Temperatura certa no tubo digestivo, 37º centígrados.
- Boa mastigação e ensalivação.
- Bom trabalho do fígado e pâncreas.
- Bom funcionamento do estômago que elabora o suco gástrico.
- Boa assimilação e eliminação dos intestinos.
- A calma durante as refeições e o movimento moderado logo após a refeição.
Realmente, do estômago parte a energia para o organismo, mas se ele funciona mal, todo o corpo vai mal, pois fica desnutrido e sem resistência às doenças.

Há pessoas que não conseguem digerir bem uma fruta ou verdura crua e acham que o problema está nestes alimentos. Na verdade é o estômago dessas pessoas que não está em ordem.

Nutrição normal é a base da saúde e daqui resulta que qualquer doença tem como causa a má nutrição, a qual vai sempre acompanhada de afecção mais ou menos grave do estômago e intestinos.

Como a digestão elabora (fabrica) o sangue e este realiza as trocas orgânicas, substituindo os desgastes por material novo e são, não é possível obter nenhuma cura verdadeira sem melhorar e normalizar previamente a sua digestão. Resulta daqui que qualquer doente que normalize a sua digestão se curará.

Causas das doenças do estômago:

- "fora a predisposição, a causa de todos os males do estômago depende duma origem comum: vida desordenada e especialmente os enormes erros na alimentação desde que se deixa o peito materno".
- "Como é revelado pela íris (parte colorida dos olhos), toda a afecção estomacal é de natureza inflamatória, e congestiva, isto é, febril. Daqui se conclui que o tratamento das doenças do estômago é uniforme (igual): descongestionar as víceras">

Tratamento:

- para tratar os problemas estomacais, tais como: acidez do estômago, gastralgia, gastrite, catarro agudo ou crônico do estômago, azia, dispepsia ou má-digestão, dilatação do estômago, úlceras, etc...
Há portanto um tratamento fundamental:
- refrescar e descongestionar as víceras.

Como fazer?

- para isso, nada melhor que água, terra e alimentação certa.
- são especialmente eficientes os banhos genitais de 15 a 20 minutos e a lavagem do sangue feita diariamente e a fricção com água fria ao acordar.
- As cataplasmas de barro sobre o ventre (barriga) devem ser feitas diariamente sem falhar um dia, até ficar bom. Se não for possível fazer de dia, deve-se ao menos aplicar à noite.
- o jejum de 1 ou 2 dias ou mais é poderoso para desintoxicar o organismo e para normalizar a digestão.
- O alimento deve ser predominantemente cru, especialmente frutas, verduras e oleaginosas.

Plantas que combatem o mal estar do estômago:

Artemísia, Angélica, Altéia, Bardana, Camomila, Capim-Cidrão, Cardo Santo, Casaca de Anta, Gervão, Losna, Louro Preto, Macela, Manjerona,Ppoejo e Salvia.

Contra Afecções e dores:

Alfavaca, Aloes, Anil, Anis, Angélica, Artemísia, Bardana, Batatinha(suco), Camomila, Cardo Santo, Casca de Anta, Cerefólio, Cominho, Erva Canforeira, Erva Cidreira, Erva-Macaé(rubim), Erva da Vida, Esfregão, Espinheira Santa, Fruta do Conde, Feno Grego, Guaçatonga, Gengibre, Gervão, Funcho, Brotos de Goiabeira, Hera Terrestre, Hortelã, Jatobá, Limão, Louro Preto, Macela, Mamão, Manjerona, Mil em Rama, Paineira(casca), Pariparoba, Picão, Pita, Pitanga, Poejo, Pêssego (folha), Quebra Pedra, Pau Amargo, Arnica, Salvia, Sete Sangrias, Tansagem, Trevo Cheiroso, Videira (folha).

Algumas dicas para quem optar pelo jejum

Este é um assunto delicado e de muita importância.
O jejum para muitas pessoas parece algo contrário à Natureza, prejudicial.
Realmente para quem se criou numa mentalidade de consumo, de conforto e prazeres alimentares de toda espécie, a palavra jejum pode soar estranha.
Portanto para o homem moderno torna-se difícil fazer jejun, pois isso exige força de vontade e renúncia.
Mas, se todas as pessoas soubessem como é vantajoso e saudável um jejum bem orientado, certamente não haveria tantos doentes.

Jejum é a abstinência total ou parcial de alimentos por um certo período. É muito usado pela medicina naturista.
A Bíblia também recomenda o jejum para os cristãos, e Cristo mesmo deu o exemplo jejuando, e com isso saiu fortalecido.


Pode-se passar alguns dias tomando só suco de frutas e verduras, isto é ótimo. Isto chama-se jejum parcial. O jejum total ou absoluto é abster-se completamente de qualquer alimento mesmo de sucos, mas tomando apenas a água natural, esta nunca pode faltar. Existem jejuns sbreves e jejuns prolongados. Os jejuns breve, poucos dias, até uma semana, em geral podem ser praticados por qualquer pessoa, seguindo corretamente as instruções e prestando atenção sobre as contra indicações do jejum. Quanto aos jejuns prolongados sempre se deve fazê-los sob a orientação de um especialista num hospital ou clínica naturista.

Contra Indicações:

- Pessoa magra demais,
- Pessoa com câncer muito avançado
- Pessoa que tem úlcera com hemorragia de sangue
- Pessoa fraca demais e muito idosa
- Pessoa louca e com tuberculose pulmonar

Efeitos do jejum:

- Durante o jejum se desintoxica o organismo e limpa-se o sangue graças aos líquidos que se toma.
- O corpo fica mais forte após o jejum, com mais resistência contra inflamações e infecções
- Sente-se muito mais disposição, leveza e o raciocínio e a memória melhoram
- Desaparece o cansaço e o stress
- Dá mais disposição para o trabalho
- Ajuda a emagrecer os gordos e os magros engordam após o jejum
- Previne contra muitas doenças
- Abre o apetite e melhora a saúde geral do corpo
- Dá mais força de vontade

Então, vamos cuidar melhor do estômago, com critério e responsabilidade.....

1 comentários:

Thais disse...

Eu que diga... essa coisa de estômago... Né, mamãe!

Mas olha! Toda vez que fiz os tratamentos da minha mãe direitinho melhorei mesmo! :)