URTIGA?

Sim, isso mesmo, planta aparentemente assustadora, mas não é nada disso.....


Esta é uma erva que tenho certeza de que todos conhecem, mas que dificilmente apreciam ou reconhecem as virtudes. A urtiga é sempre lembrada como a erva venenosa que irrita a pele com seu ácido fórmico e suas enzimas parecidas com o veneno das serpentes. Culpeper dizia que era a única erva que se podia encontrar na escuridão......somente pelo toque.
A lenda nos conta que os legionários romanos usavam a urtiga como "cobertor". Nas longas noites geladas de suas batalhas nas Ilhas Britânicas costumavam esfregar a erva no corpo para ficarem aquecidos. Tambem teria sido usada como afrodisíaco, num tratamento considerado heróico: uma massagem com ramos de urtiga fazia um homem recuperar a virilidade perdida. Nunca saberemos se estas histórias são verdadeiras, mas é exatamente neste líquido abrasivo que está seu grande valor.
Riquíssima em vitamina C e elementos metálicos, como fero e magnésio, a urtiga é diurética e antiadiarréica. Faz parar as hemorragias de todos os tipos, especialmente as nasais. É reconstituinte, aumenta o leite das mulheres e regulariza as regras. Foi muito usada como remédio infalível para acabar com a incontinência urinária das crianças, e, em gargarejos, cura todas as infecções da boca e as aftas. É um estimulante fantástico do aparelho digestivo, do fígado e do pâncreas e deveria ser considerada a melhor amiga dos artríticos e reumáticos, porque alivia as dores e descongestiona as articulações.
Propriedades Medicinais: Adstrigente, anti-radicais livres, anti-seborréica, anti-séptica, antiescorbútica, antioxidante, bactericída, depurativa, estimulante, hemostática, hipoglicêmica, revitalizante, tônica, vasoconstritora, tonificante capilar.
Indicações: ácido úrico, anemia, asma, brônquicos, buco-faríngeas ( infecções), cabelos (caspa, crescimento, opacos, queda), ciática, complemento alimentar, circulação, cravos, depuração do sangue, diabete, diarreia, digestão, dor reumática, espinhas, ferida, gota, hemorragia, manchas, pele (feridas, irritação pós-sol, queimadura, sardas, tecidos danificados, úlceras), próstata (hiperplasia benigna), problemas urinários, reumatismo gotoso, úlcera, etc..
Mode de usar:
chá pela infusão das folhas 3 vezes ao dia
Suco fresco 100 a 125 gramas por dia
tintura extraída em alcool 45 graus 2 a 6 ml tres vezes ao dia
Na culinária também aparece com uma importância nada desprezível: seu valor alimentício é tão grande quanto o do espinafre e todas as outras folhas ricas em ferro. Também se usa a urtiga para coalhar o leite, e o queijo resultante é de excelente qualidade.
Na parte cosmética a urtiga é uma erva maravilhosa para a pele e os cabelos. Juntar um chá bem forte à água do banho estimula a circulação e deixa a pele sedosa.
Uma máscara de urtiga:
coloque as folhas picadas com um pouco de água numa panelinha esmaltada e deixe ferver em fogo baixo por alguns minutos, rejuvenesce e clareia a pele.
Não poderia terminar sem dizer que na parte mágica a urtiga também é importante: folhas atiradas ao fogo afastam os perigos e usadas como amuleto acabam com a negatividade. Os espiritualistas mexicanos garantem que o banho de urtigas é o mais purificador de todos, e uma crença muito antiga diz que um ramo de urtigas debaixo da cama faz com que o doente se recupere mais depressa.

1 comentários:

Halana Oliveira disse...

Acheia a materia muito boa, porém não encontro a folha de urtiga, aonde posso compra-la?